Sociedad Ambiental

Red Social Ambiental Iberoamericana

Uma lenda da Argentina - Árvore que já foi mulher

Autor: Regina Motta Data: 15/5/2010

Nosso parceiro, assinante do Blog, Alberto Ferrari, enviou-nos belíssimas fotos de Erythrina dominguezii, no Noroeste da Argentina, onde ele vive em um paraíso preservado, colecionando palmeiras raras e protegendo a flora e fauna locais. Para se ter uma pequena idéia da beleza de sua reserva, veja Porque usar palmeiras em Paisagismo .

Erythrina dominguezii Hass é uma espécie de árvore de médio a grande porte que ocorre em decíduos / florestas semidecíduas do sudoeste neotropical e tem como característica atrair e alimentar várias espécies de aves segundo estudos relatados pelo Departamento de Ciências Naturais, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.Os dados sugerem que o néctar dessa espécie pode ser um importante recurso alternativo para frugívoros / aves onívoras quando os outros recursos são escassos.

Temos outras espécies desta árvore cadastradas aqui no http://www.paisagismodigital.com.br. Se quiser adquirir alguma, clique na foto e verá as informações e a listagem dos fornecedores para os quais você pode mandar um e-mail.

Pesquisando sobre a espécie Erythrina dominguezii Hass, encontrei esta bela tradição sobre ela, que é conhecida na Argentina, como ceibo rosa chaqueno:

Conta a lenda que nas margens do Rio Paraná vivia uma indizinha feia, de traços rudes, chamada Anahi. Ela era feia, mas nas tardezinhas de verão deleitava a toda a gente de sua tribo guarani com suas canções inspiradas em seus deuses e no amor à terra da qual eram donos. Mas chegaram os invasores, esses valentes, atrevidos e aguerridos seres de pele branca que arrasaram as tribos e tomaram suas terras, seus deuses e sua liberdade.
Anahi foi levada cativa, junto com outros indígenas. Passou muitos dias chorando e muitas noites em vigília, até que um dia o sono venceu sua sentinela e ela conseguiu escapar.
Ao amanhecer, a sentinela despertou e ela, para conseguir seu objetivo, golpeou-o com um punhal e escapou rapidamente para a selva. O grito do carcereiro ferido despertou os outros espanhóis que saíram em sua perseguição e em pouco tempo ela foi alcançada.
Como vingança, lhe impuseram como castigo, a morte na fogueira. Amarraram-na em uma árvore e acenderam a fogueira. Mas as chamas pareciam não querer atingi-la. Sem murmurar uma palavra, ela sofria, com a cabeça baixa. Quando o fogo começou a subir, aconteceu o assombroso milagre – Anahí se transformou em árvore.
No dia seguinte, ao amanhecer, os soldados encontraram uma formosa árvore de folhas reluzentes e flores rosadas, que se mostrava em todo seu esplendor como símbolo de valentia e fortaleza ante ao sofrimento.

Vejam então as belas fotos da árvore que, segundo a lenda,já foi uma mulher.

leia mais e veja as fotos em:
http://www.paisagismodigital.com.br/Noticias/?id=Uma-lenda-da-Argen...árvore-que-já-foi-mulher&in=127

Vistas: 7839

Comentario

¡Tienes que ser miembro de Sociedad Ambiental para agregar comentarios!

Únete a Sociedad Ambiental

COVID-19

Insignia

Cargando…

Miembros

© 2020   Creada por Mariana Garcia Torres.   Con tecnología de

Insignias  |  Informar un problema  |  Términos de servicio